PUBLICAÇÕES NOTÍCIAS
INICIAL / NOTÍCIAS
NOTÍCIAS
Sessão 04 de setembro de 2017 - Grande Expediente

Grande Expediente

GRANDE EXPEDIENTE:

 

RUI BEISE (PDT) – Saudou ao colega José Luis de Souza presente na sessão, ressaltando o bom trabalho por ele desempenhado na secretaria de Saúde e desejando saúde ao amigo. Também saudou ao ex-prefeito René Hübner, lembrando que foi no seu governo que foi implantado o plantão no Hospital Candelária e que foi instalada no município a sede dos Bombeiros Voluntários.

Beise ressaltou que os projetos de lei que entram na casa legislativa, são muito analisados e estudados pelos vereadores e suas comissões. Sobre o projeto de lei 085/2017, leu parte da justificativa e salientou que a produção da agua é uma das missões da agricultura familiares e da população. Falou sobre a importância do trabalho desempenhado pela família de Odilo Bernardy para a agricultura do município. Quanto a Expointer, ressaltou a tecnologia de ponta dos maquinários e o pedigree dos animais que estiveram expostos durante na feira. Parabenizou a todos os agricultores que expuseram seus produtos na Expointer. Falou sobre a semana da pátria, lembrando que tudo começou no Dia do Fico, em 9 de janeiro de 1822 e salientando que tal dia é tão importante quanto o 7 de Setembro. Comunicou que a caminhada cívica acontece nesta quinta-feira, dia 7, na Av. Pereira Rêgo, convidando a comunidade candelariense a participar do desfile que acontece a partir das 8h. Ao finalizar, convidou todos a participar da 13ª Festa da Independência promovida pela Rádio Sorriso, no dia 7, a partir das 14h, no Colégio Medianeira. Lembrou que o valor do ingresso será revertido em prol dos programas sociais desenvolvidos pela Brigada Militar.

 

CELSO GEHRES (PP) – O vereador falou sobre o sucesso da Expointer e disse que é notório que é a agricultura e o agronegócio que vem mantendo a economia do país, criticando, contudo, a classificação e o preço dos produtos. Comunicou que ficou feliz ao ler reportagem do Jornal de Candelária no qual a Polícia Civil local conseguiu reaver animais que foram objeto de furto em nosso município. Lembrou que tal situação foi bastante debatida com os vereadores da legislatura passada, mormente em audiência pública realizada em parceria com o Sindicato Rural, a Farsul, e a delegacia de polícia local e regional, onde foram debatidas formas de barrar a ação dos abigeatários. Disse que todos os benefícios angariados em prol de quem produz é lucro para o produtor e para o município. Sobre a questão atinente à crise financeira do município, Gehres ressaltou que vários municípios da região não estão conseguindo cumprir com seus gastos mensais. O vereador frisou que o legislativo deve ser responsável em suas atribuições e fiscalizar o executivo para que o pior não aconteça logo mais à frente. Registrou seu contentamento ao ler matéria do Jornal de Candelária narrando a vitória dos candelarienses Daniel Gelsdorf e seu monitor Dieison Carvalho e João Vitor de Moura, que brilharam no atletismo do Campeonato Paradesportivo Estudantil do Rio Grande do Sul - Paracergs, trazendo seis ouros para Candelária. Dessa forma, pediu o envio de ofício aos jovens atletas e aos seus familiares. Ao fim, parabenizou as pessoas que superam com brilhantismo suas dificuldades.

 

ALDOMIR SEVERO (PSB) – Comunicou que esteve na inauguração do bar da Prainha que está sob a administração dos novos ecônomos, Sr. Barbosa e sua esposa, parabenizando e desejando sucesso no empreendimento. Severo ressaltou que os pontos turísticos de Candelária são exuberantes, mormente a Praia Carlos Larger. Noticiou que no dia 9 de setembro a invernada Origem Papeana estará realizando uma cavalgada que sairá do mercado Cavalhada e irá até o trevo do Capão do Valo. Após, haverá uma confraternização no Carlos Gomes da Rosa. Ressaltou que a cavalgada será pelo interior do município, já que a vigilância sanitária não permite que os animais sem vacinação transitem pelas ruas da cidade.

 

JORGE WILLIAN FEISTLER (PTB) – O vereador disse que encontrou o significado da palavra vergonha no dicionário, a qual exprime constrangimento, humilhação ou vexame. Disse que quando leu a palavra lembrou da empresa EGR, já que fora noticiado que o cidadão será penalizado com o aumento da tarifa do posto de pedágio. Recebeu a informação de que a empresa diz que o aumento é necessário já que a mesma não está conseguindo fazer investimentos e obras nas rodovias. Feistler lembrou que a empresa deve ter esquecido que embora o gasto seja grande, a arrecadação é muito maior. Comunicou que o valor da tarifa passaria de R$ 5,20 para R$ 9,50. Ressaltou que a EGR só noticia o aumento das tarifas, mas a duplicação da RSC 287, está longe de ser anunciada. E o que mais lhe espanta é que só está faltando o aval do governador Sartori para que a tarifa seja reajustada. Sugeriu que seja feito contato com os municípios vizinhos para que juntos vindiquem ao diretor da EGR e ao governo estadual que a tarifa não sofra essa alteração exorbitante. Jairo Radtke (PSB) lembrou que foi noticiado na imprensa que o valor do óleo diesel irá aumentar, refletindo que daqui a pouco não será possível fazer o transporte dos alimentos e demais insumos necessários para o sustento. Marco Antônio Larger (PP) sugeriu que os vereadores formem uma comissão e se dirijam até o governador reivindicar que a tarifa sofra alteração. Cristina Rohde (PSDB) concordou com a ideia do vereador Larger e ressaltou que é lamentável que a praça de pedágio esteja instalada em nosso município, sendo que não é feita nenhuma melhoria na rodovia. Citou os inúmeros problemas da RSC 287, mormente no trevo da Marilene. Feistler lembrou que o aumento do combustível noticiado por Radtke não irá prejudicar apenas o caminhoneiro e sim a população em geral, pois o valor do combustível e o aumento do pedágio refletirão no preço do produto nas prateleiras do supermercado e das lojas. Aldomir Severo (PSB) lembrou que a safra é mal avaliada e os gastos só aumentam. Quanto ao pedágio, salientou que as pessoas vão estar gastando mais em pedágio do que com combustível para ir até Santa Cruz do Sul. Celso Gehres (PP) acha que tal aumento não tem amparo legal e abrirá uma brecha para discussão judicial. O vereador disse que falou com prefeito Paulo Butzge sobre os resíduos de asfalto já que a EGR havia dito que Candelária poderia retirar 20 cargas, para fazer a recuperação das ruas da cidade. Noticiou que os moradores da Linha Facão comentaram que existem caminhões de diversas cidades vizinhas buscando o resíduo de asfalto em Candelária, referindo que tal atitude pode ser retaliação da EGR, já que o município ingressou com ação para que a EGR recolha o imposto sobre serviços aqui. Rui Beise (PDT) também participou da discussão, afirmando que a EGR tem deixado as pistas do asfalto mais estreitas. Ao finalizar, Feistler reforçou que seja formada uma comissão de vereadores para vindicar uma solução para que a tarifa de pedágio não sofra esse grande reajuste.

 

COMUNICAÇÃO DE LÍDER

 

JAIRA DIEHL (PSB) – A vereadora criticou as condições das estradas de competência do Daer que cercam o município, mormente a que liga ao Pinheiro. Citou que além da sinalização estar em precárias condições, o local também está na escuridão. Dessa forma, pediu que o Daer efetue a pintura das faixas do asfalto, evitando que algum acidente aconteça. Comunicou que esteve na rua Roberto Kochenborger e se deparou com parte do asfalto ruindo em frente à residência de Gládis Lang, ressaltando a obra foi entregue a menos de dois meses e já apresenta inúmeros defeitos. Pediu que o poder executivo contate com a empresa responsável pela obra daquela rua, para que os reparos necessários sejam feitos.

 

Ao finalizar, a Presidente Cristina Rohde (PSDB) convidou todos a participar da caminhada cívica que acontece no dia 7, a partir às 8h, na Av. Pereira Rêgo. Caso chova no dia 7, a caminhada será transferida para o dia 10, a partir das 8h.

 

>> A próxima sessão acontece no dia 11 de setembro, às 19h.

+ Notícias
FALE CONOSCO

Rua Frederico Gewehr, 1000 Bairro Centro
Candelária/RS CEP 96930-000

contato@camaracandelaria.com.br

51 3743-1176

HORÁRIOS DE ATENDIMENTO

Segunda a Sexta Horário de expediente 7h às 13h

A Câmara de Vereadores estará atendendo
até o dia 31/12/2017 em turno único

SESSÕES Segunda-feira: 10 horas da manhã